30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Tristeza - 08/12/2022, 18:48 - Louise Batista

Mãe Lídia, responsável pelo Bembé do Mercado, morre aos 86 anos

A yalorixá ajudou o Bembé do Mercado a ser registrado como Patrimônio Cultural da Brasil

O sepultamento do corpo da religiosa será realizado na sexta-feira (9), às 9h, no cemitério Campo da Caridade, em Santo Amaro
O sepultamento do corpo da religiosa será realizado na sexta-feira (9), às 9h, no cemitério Campo da Caridade, em Santo Amaro |  Foto: Reprodução

A yalorixá Mãe Lídia morreu na manhã desta quinta-feira (8), em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, aos 86 anos. Ela foi responsável pelas cerimônias pelo Bembé do Mercado, considerado o maior Candomblé de rua.

Nascida na mesma cidade que faleceu, Mãe Lídia começou no Candomblé em 1955, para Oxaguiã e Obaluaê. Ela dedicou mais de 70 anos de vida à religião. Por 48 anos, a yalorixá comandou o terreiro Ilê Axé Yá Oman, um dos mais tradicionais da Bahia.

Com sua forte influência, a yalorixá ajudou o Bembé do Mercado a ser registrado como Patrimônio Cultural da Brasil. Mãe Lídia ainda ficou conhecida por lutar pela divulgação, preservação e manutenção dos ritos e cultos de origem africana.

O velório e o axexê – cerimônia fúnebre realizada no Candomblé – estão sendo realizados no próprio terreiro Ilê Axé Yá Oman. O sepultamento do corpo da religiosa será realizado na sexta-feira (9), às 9h, no cemitério Campo da Caridade, em Santo Amaro

exclamção leia também