29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

EDUCAÇÃO PARA O FUTURO - 20/12/2023, 05:35 - Da Redação

Governo investe em grandes escolas e na aprendizagem dos estudantes

Mais de R$ 6 bilhões já foram investidos à requalificação da rede física e entrega de novas escolas de tempo integral na Bahia

Alunos Hugo (15 anos), Mariana (15) e Diogo (16) do curso Técnico em Manutenção e Suporte de Informática
Alunos Hugo (15 anos), Mariana (15) e Diogo (16) do curso Técnico em Manutenção e Suporte de Informática |  Foto: Olga Leiria / Ag. A TARDE

Uma junção de investimentos na infraestrutura com diversos projetos voltados para fortalecer a aprendizagem dos estudantes é a estratégia utilizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação do Estado (SEC), em 2023, para qualificar a educação na rede estadual de ensino. Já são cerca de R$ 6 bilhões destinados à requalificação da rede física, com a entrega de novas escolas de tempo integral, com alto padrão de engenharia e esforços que mobilizaram toda a rede estadual de ensino, gestores, professores, coordenadores pedagógicos, trabalhadores da educação e até as famílias na chamada gestão da aprendizagem.

Aspas

A Bahia defende a educação em tempo integral, e o Estado está fazendo a sua parte.

Jerônimo Rodrigues, governador da Bahia

Investimentos significativos, com reservas do orçamento do tesouro estadual, também foram destinados para políticas de assistência estudantil. Só para o Bolsa Presença, por exemplo, o Governo do Estado destinou R$ 700 milhões para a transferência de renda às famílias dos estudantes matriculados, com frequência regular, com o objetivo expresso de combater a evasão escolar.

Recursos próprios também foram destinados ao Programa Mais Estudo, quando os estudantes recebem bolsa para dar monitoria aos colegas no turno oposto aos quais estão matriculados. A arte, a cultura, a ciência, o empreendedorismo e a Educação Profissional e Tecnológica integram as ações para fomentar o protagonismo estudantil e garantir o direito à educação.

Governagor da Bahia, Jerônimo Rodrigues
Governagor da Bahia, Jerônimo Rodrigues | Foto: Feijão Almeida/GOVBA

A alimentação escolar também foi ampliada, com um maior número de refeições e de recursos destinados, garantindo segurança alimentar dos estudantes. A política de assistência estudantil envolve, ainda, o Ensino Superior, por meio do programa Mais Futuro, que concede bolsas aos estudantes das quatro universidades estaduais (UNEB, UESC, UESB e UEFS), contribuindo para que eles permaneçam nas universidades e possam concluir as suas graduações.

A valorização profissional é outra iniciativa que envolve a gestão da aprendizagem e que passa pelo reajuste salarial; promoção e progressão da carreira; por projetos voltados à saúde socioemocional dos educadores; pelo incentivo e oferta de cursos de formação iniciação e continuada; e chega à premiação de escolas por práticas pedagógicas exitosas. O regime de colaboração com os municípios é outra ação de fortalecimento das aprendizagens, por meio de assessoria técnica e disponibilização de recursos para o transporte escolar seguro.

Aspas

Tudo está sendo feito para garantir a construção de futuro e o direito de aprender dos estudantes.

Adélia Pinheiro, secretária da Educação

A secretária da Educação do Estado, Adélia Pinheiro, falou que todos os esforços têm sido realizados na gestão para otimizar os gastos públicos e garantir, por meio de uma educação de qualidade, perspectivas de futuro para a juventude.

“Fazemos parte de um governo democrático, que constrói um conjunto de políticas públicas de acesso, permanência e desenvolvimento da nossa educação. Tudo que fazemos é intencional, desde a gestão da aprendizagem e requalificação da infraestrutura das escolas, até a alimentação e jogos escolares, sob a liderança de um governador professor, Jerônimo Rodrigues, e dando sequência ao que já vinha sendo realizado. Esse é um trabalho compartilhado em rede e estamos trilhando um caminho firme para o fortalecimento cada vez maior dessa rede que é de tod as e todos, na certeza de que tudo está sendo feito para garantir a construção de futuro e o direito de aprender dos estudantes”, afirmou.

Secretária de Educação do Estado da Bahia, Adélia Pinheiro
Secretária de Educação do Estado da Bahia, Adélia Pinheiro | Foto: Olga Leiria/ Ag. A TARDE

A chefa de gabinete da SEC, Rowenna Brito, destacou que para além de toda a infraestrutura física, programas e projetos desenvolvidos, a rede experimenta sentimentos de pertencimento, união e conquistas.

“O que a gente aprendeu durante esse ano é que nós vivemos a nossa maior experiência de acompanhamento e de gestão da informação e de dados, quando a rede se organizou completamente. Além disso, pudemos estar ainda mais próximos dos gestores das escolas e dos Núcleos Territoriais de Educação, que se envolveram, se engajaram e corresponderam, com muita dedicação e afeto a este projeto e à luta diária para que os nossos estudantes tenham uma trajetória educacional única e enriquecedora”, afirmou.

Aspas

Estamos mais próximos dos gestores das escolas e dos Núcleos Territoriais de Educação

Rowenna Brito, chefa de gabinete da SEC

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Leninha Vila Nova Cavalcante, destacou a recomposição das aprendizagens como ação estratégica desenvolvida pela secretaria.

“A centralidade de todo o processo do percurso da aprendizagem da SEC está no estudante, na garantia desse direito de aprender, ocasionando em um movimento que implementa a recomposição da aprendizagem com a entrega de materiais, tecnologia, projetos de arte, cultura, ciência, esporte e outras iniciativas de incremento da Educação Integral, tendo como exemplo o Programa Educa Mais Bahia, o qual possibilita que os estudantes aprimorem as suas habilidades e o seu protagonismo. Para além disso, é importante ressaltar a relação de todas as ações com o Bicentenário da Independência da Bahia no Brasil, como eixo para as nossas escolas no f ortalecimento e pertencimento das nossas identidades”.

Otimização de recursos

A diretora geral da SEC, Luciana Menezes, falou sobre a otimização de recursos também com foco na gestão de aprendizagem.

“A gestão da aprendizagem ocorre com a integração de todos os setores da SEC. Para se ter uma ideia, neste ano, foi feita a renovação da frota de veículos dos Núcleos Territoriais de Educação, para possibilitar aos gestores o contato ainda mais próximo das escolas, no acompanhamento das demandas pedagógicas. Podemos destacar a destinação de R$ 20 milhões na desapropriação de imóveis e terrenos para a construção das novas escolas de tempo integral, o que demonstra o alinhamento das ações para qualificar ainda mais a educação pública estadual”, afirmou.

exclamção leia também