29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Um é pouco, dois atrapalha - 10/03/2024, 22:00 - Da Redação

Gêmeos tem transtorno com bancos por conta do reconhecimento facial

Diferenças entre os rostos de irmãos gêmeos ficam na margem de erro da tecnologia de identificação

Norma americana recomenda que empresas ofereçam alternativas de cadastro além da identificação do rosto
Norma americana recomenda que empresas ofereçam alternativas de cadastro além da identificação do rosto |  Foto: Reprodução

O youtuber Renan Mizobe Massi enfrentou um problema ao tentar sacar valores que tinha em sua carteira da Binance. Após falha do algoritmo de identificação, o sistema o confundiu com seu gêmeo idêntico Matheus Mizobe Massi e não permitiu a transação.

O aplicativo, então, pediu um vídeo dos gêmeos juntos, cada um com seu documento, para provar que eram pessoas diferentes. A autenticação levou um dia até ser confirmada.

Para resolver a confusão entre rostos semelhantes, a Binance diz ter trâmites que permitem a comprovação das identidades sem comprometer a segurança, como a videochamada com as partes interessadas.

A Binance afirma que adota sistemas de identificação de identidade por motivos de compliance e, por isso, pede documento com foto, uma selfie e prova de vida.

"Nossos processos e tecnologias buscam detectar quaisquer documentos falsificados, tentativas fraudulentas de verificação de rosto, comprovante de endereço falso e golpes relacionados a esses tópicos, fazendo uso de Big Data e conhecimento especializado, além de inteligência artificial de ponta", diz a empresa em nota.

Entenda

Ferramentas de reconhecimento facial não conseguem distinguir diferenças entre gêmeos univitelinos ou gêmeos idênticos. O algoritmo de identificação se baseia apenas nas medidas da face, como distância entre os olhos ou entre o nariz e o lábio superior.

A diretora para Brasil da startup de validação de identidade Incode, Viviane Sales, disse que as diferenças entre os rostos de irmãos gêmeos ficam na margem de erro da tecnologia de identificação.

O reconhecimento dos traços é um cálculo probabilístico e sempre vai envolver um erro. Além disso, é importante haver uma margem de erro para o sistema não se tornar incômodo por ser exigente demais.

Em aplicativos que usam a biometria facial como chave de registro, quando um gêmeo está cadastrado, o segundo pode ser impedido de se registrar. Isso porque o sistema pode acusar que os dados cadastrais já estão sob uso de outra pessoa.

exclamção leia também