24º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Reformas - 01/03/2024, 17:23 - João Grassi

Fundação Casa de Jorge Amado fechará para requalificação do espaço

Equipamento cultural será fechado na segunda-feira (4) e será reaberto ao público após 60 dias

Espaço será reaberto depois de 60 dias de obras de requalificação
Espaço será reaberto depois de 60 dias de obras de requalificação |  Foto: Acervo da Fundação Casa de Jorge Amado/Divulgação

A Fundação Casa de Jorge Amado vai passar por uma requalificação e ampliação dos espaços expositivos. Por este motivo, o equipamento cultural ficará fechado ao público a partir da próxima segunda-feira (4), e será reaberto no início do mês de maio.

“Além do famoso casarão azul, localizado no Largo do Pelourinho, a Fundação Casa de Jorge Amado é formada por mais dois casarões, que serão conectados, crescendo assim os espaços expositivos. Isso vai permitir ampliar a exposição do acervo da Fundação, que guarda, preserva e divulga as obras do maior escritor da Bahia e um dos maiores escritores do século XX, além das obras de Zélia Gattai e Myriam Fraga”, pontua Angela Fraga, diretora-executiva da Fundação Casa de Jorge Amado.

Na próxima quinta-feira (7), completam-se 37 anos da inauguração da sede da Fundação Casa de Jorge Amado, que virou um ponto cultural de referência no Centro Histórico de Salvador e um dos cartões postais da capital baiana.

Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho
Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho | Foto: Acervo da Fundação Casa de Jorge Amado/Divulgação

“A Fundação é considerada um ponto de referência e de encontro na geografia cultural da cidade. É visitada diariamente por um grande número de pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo. Há oito anos realizamos a FLIPELÔ, que se tornou a maior festa literária da Bahia", disse Angela Fraga..

"Anualmente, realizamos diversas atividades socioeducativas. A requalificação e ampliação vai contribuir para avançarmos ainda mais, fazendo da Fundação um local de encontro, de intercâmbio cultural entre a Bahia e outros lugares, como desejava Jorge Amado", finalizou.

exclamção leia também