30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Para todos os gostos - 06/12/2023, 06:40 - Amanda Souza

Evento celebra a diversidade cultural e artística

A programação inclui performances artísticas, de dança, música e teatro

Até o próximo domingo (10), Salvador será palco de um evento de celebração à diversidade cultural, ocupando diversos espaços públicos. A iniciativa da Plataforma Nacional de Artes Negras quer dar espaço aos artistas e levar experiências de qualidade para o público. A programação inclui performances artísticas, de dança, música e teatro.

A proposta é que essas apresentações ocorram em praças, feiras livres, terreiros de Candomblé e na própria rua. A abertura oficial aconteceu na manhã de terça-feira (5), na Feira de São Joaquim, com a apresentação do espetáculo “Colé, Eu não sou Bagunça” dos artistas baianos Lukas di Jesus e Pedro Ivo. O idealizador de todo esse evento, o artista baiano Brunno de Jesus, explica que o objetivo dessa programação na cidade é dar destaque a artistas negros e emergentes das periferias do país.

“Essa iniciativa potencializa artistas negros e emergentes de Salvador, se relacionando e criando redes com outras periferias do Brasil para reposicionar essas pessoas em circuitos artísticos”, diz. “Isso promove na cidade o pertencimento cultural e intelectual negro, contribuindo para a cadeia produtiva da arte negra e periférica”.

A programação, que segue até o fim de semana, também dialoga com artistas de outros estados, como o dançarino Iguinho Imperador, que virá diretamente do Rio de Janeiro para incluir na programação uma apresentação do “passinho”, cultura de dança tipicamente que é patrimônio carioca.

Brunno explica que toda essa movimentação vai além da arte. “A Plataforma não pauta apenas apresentações artísticas. A programação tem diversas linguagens, shows, espetáculos, mas também oficinas, intervenções e ações formativas”, explica.

Uma dessas ações é o “Prosa com Dendê”, um bate-papo sobre artes e candomblés que vai contar com a participação da coreógrafa Marilza Oliveira e do psicanalista Omo Obaluaê Omoloji Agbara. Será no dia 10/12, às 14h, no terreiro Ilê Axé Onirê Unxê Omi Oyá, no bairro do Cassange. Confira toda a programação dessa semana no instagram @oya.artes.

exclamção leia também