25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Negociação - 16/05/2023, 12:51 - Anderson Orrico - Atualizado em 16/05/2023, 13:38

E agora? Reunião entre rodoviários e patrões não chega a acordo

Sindicato não descarta novas manifestações nos próximos dias

Nova reunião acontecerá na sexta-feira
Nova reunião acontecerá na sexta-feira |  Foto: Divulgação

A reunião entre o sindicato dos rodoviários e as concessionárias de transporte de Salvador, que aconteceu na Superintendência Regional do Trabalho (SRT), na manhã desta terça-feira (16), não chegou a nenhum acordo. De acordo com o presidente do sindicato, Fábio Primo, os patrões não levaram nenhuma proposta, mas ouviram. Uma nova rodada de negociação está marcada para sexta-feira (19).

“Houve um grande avanço. Eles colheram o que a gente apresentou e vão levar para uma assembleia patronal. Graças a superintendente Dra. Fátima que teve muita habilidade para fazer eles entenderem que tem que ter uma proposta e não temos o desejo de fazer greve. O que queremos é que sexta tenha uma proposta para apresentarmos à categoria. Hoje não houve uma proposta deles, mas garantiram que irão fazer na próxima reunião”, disse Fábio Primo.

O representante das concessionárias, Jorge Castro, explicou que são vários assuntos para serem resolvidos e exaltou a mediação feita pela superintendente regional do Trabalho, Fátima Freire.

“A dra. Fátima foi uma mediadora bastante experiente e tranquila que adiou o processo de negociação para sexta. Não tem coisas concretas ainda, somente debates sobre as pautas, as dificuldades de um e de outro e na sexta vai aparecer proposta na mesa. Hoje apenas cada um defendeu as suas dificuldades e foi transferido o debate mais concreto para sexta”, contou Castro.

A superintendente Fátima Freire reforçou que um dos principais papéis da SRT é promover a negociação coletiva do trabalho entre as partes.

“Logo que eu tomei posse eu tive a inciativa de convidas as duas partes para que viessem aqui e fizessem o que fizemos hoje. Instalamos uma mesa de negociação coletiva de trabalho e hoje apresentaram as suas propostas e na sexta teremos a abertura concreta de todo o processo”, afirmou Fátima.

Ainda de acordo com Fábio Primo, a categoria vai continuar mobilizada e não será descartada a realização de outras paralisações, porém terá aviso prévio.

“Nossas mobilizações continuam. A gente não vai fazer nada que vai pegar a população de surpresa. Desejamos que não tenha nenhum prejuízo à cidade e vamos continuar nossas mobilizações. Não iremos garantir ou descartar nenhuma manifestação. Caso for acontecer, iremos avisar a população com antecedência”, concluiu Primo.

exclamção leia também