29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

maturidade familiar - 14/05/2023, 15:33 - Da Redação

Dia das Mães: mulheres têm filhos cada vez mais tarde no Brasil

IBGE e Fiocruz apontam aumento de 63% em gestação na faixa etária de 35 a 39 anos

A proporção de mulheres que optam por engravidar mais tarde na vida aumentou no Brasil ao longo das décadas. Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado em 2021, mostrou que em uma década houve um aumento de 63% na faixa etária de 35 a 39 anos, enquanto a taxa de nascimentos entre mães com até 19 anos caiu 23% no mesmo período.

"Os dados nos mostram que as mulheres vêm adiando a maternidade porque a proporção de mães que tiveram filhos na faixa dos 20 anos ou menos vem caindo gradativamente. A mulher também vem se casando mais tarde, o que colabora para o crescimento da taxa de fecundidade em mulheres após os 30 anos de idade", explica a gerente de pesquisa do IBGE Klivia Oliveira, em comunicado, segundo a CNN Brasil.

Um comparativo feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com base em dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS), apontou um cenário semelhante. De acordo com o levantamento, o número de bebês nascidos de mulheres a partir dos 35 anos foi apenas de 9,1% em 2000. Enquanto, em 2020, o número de mulheres que engravidaram com 35 anos ou mais foi de 16,5% do total de mães que tiveram filhos naquele ano.

A análise da Fiocruz indica que no ano 2000 a fecundidade concentrava-se em mulheres mais jovens, entre 20 e 34 anos, que respondiam por 67,4% da fecundidade total. Após 20 anos, a redução da gravidez em mulheres dessa faixa etária foi para 57,8%, representando uma redução de quase 10%, o que confirma que a fecundidade no país está se tornando mais tardia.

exclamção leia também