29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

novas doses - 01/04/2024, 17:51 - Clara Oliveira

Dengue: vacinas serão redistribuídas para dez municípios baianos

Cerca de 15 mil doses do imunizante serão encaminhadas para cidades que já estavam realizando a vacinação

Redistribuição se iniciará nesta segunda
Redistribuição se iniciará nesta segunda |  Foto: Divulgação/Ascom Sesab

Mais de dez municípios baianos receberão doses de vacina contra a dengue após a resolução pactuada, nesta segunda-feira (1°), na reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância que reúne gestores municipais e estaduais de saúde. Cerca de 15 mil doses do imunizante serão encaminhadas para cidades que já estavam realizando a vacinação para os selecionados pelo Ministério da Saúde.

A ação ocorre com base na autorização do Ministério da Saúde para redistribuição de vacinas com o prazo de validade até 30 de abril. Os municípios selecionados para receber as doses remanejadas foram Vitória da Conquista, Serrinha, Jacaraci, Caetité, Barra do Choça, Teixeira de Freitas, Morro do Chapéu, Piripá, Macaúbas e Bonito.

O critério definido para que estas cidades fossem selecionadas foi definido pelo Ministério da Saúde. A pasta considerou o número de casos prováveis absolutos notificados em 2024.

Leia Mais:

Conquista segue no topo de possíveis casos de dengue na Bahia

Número de mortos por dengue na Bahia sobe para 23
Saúde intensifica ações de combate à dengue no feriado de Páscoa

A logística de redistribuição se iniciará ainda nesta segunda e será realizada pela Secretaria da Saúde do Estado. “Colocaremos à disposição toda a nossa estrutura de logística para que as vacinas cheguem o mais breve possível a esses dez municípios, afinal o prazo para aplicação é curto. Caso seja necessário, até mesmo o Grupamento Aéreo da Polícia Militar será acionado”, garantiu Roberta Santana, secretária da Saúde do Estado.

A Secretária destacou, durante reunião, que as cidades que receberem as doses precisam se comprometer em trabalhar para que todas as doses sejam utilizadas. “Precisamos contar com o empenho dos dez municípios selecionados a fim de não perder nenhuma das doses. O Estado também está disponível no apoio aos municípios”, enfatizou Roberta Santana

De acordo com Márcia São Pedro, diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, a orientação para redistribuição das vacinas, que veio do Ministério da Saúde, tem como objetivo fazer com que nenhuma vacina seja desperdiçada.

“O público para a vacinação permanece o mesmo, de 10 a 14 anos. É muito importante que os pais se conscientizem da necessidade da vacinação e levem os seus filhos aos postos”, afirmou a diretora.

exclamção leia também