30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Virou graça - 30/04/2023, 12:43 - Anderson Orrico

Dançarina denuncia racismo da PF em aeroporto de Rondônia

Agentes da PF obrigaram o desbloqueio do celular para ver se tinha algo suspeito

Marcelly já dançou com a funkeira MC Mirella
Marcelly já dançou com a funkeira MC Mirella |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Menos de 24 horas depois do caso da professora de inglês retirada de avião pela Polícia Federal por conta de bagagem, outra denúncia de racismo veio a tona nas redes. A dançarina baiana, Marcelly Batista, foi parada por agentes da PF, sem motivo, enquanto esperava o embarque no aeroporto de Rondônia.

Logo depois de ser liberada, Marcelly, que já dançou com a funkeira MC Mirella, relatou o ocorrido através de do seu perfil no Instagram. Segundo ela, foi levada para uma sala da PF e obrigada a soltar as tranças do cabelo, além de fotografarem seus documentos.

"Estava aqui sentada no aeroporto de Rondônia, sozinha, e aí do nada o pessoal da Polícia Federal vieram e me pararam. E aí, me levaram para sala, sozinha, revistaram minha bolsa, mandaram eu tirar a trança, soltar as tranças. Tiraram foto. Então, quero deixar registrado aqui que estamos indo para Cuiabá, depois São Paulo, tiraram fotos do nosso cartão. Do nada, só Marcelly que foi abordada", denunciou a dançarina.

Além disso, mandaram ela desbloquear o celular para ver os seus registros pessoais. "É muito chato, de verdade. Pegaram meu celular e pediram para passar minha senha, e eu na inocência, eu dei, nunca tinha sido abordada. Viu mensagem do meu namorado, viu mensagem do grupo, viu várias mensagens para ver se eu estava falando alguma coisa".

A PF ainda não se pronunciou sobre o caso.

exclamção leia também