28º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Boa iniciativa - 10/04/2024, 05:40 - Maria Clara Oberlaender

Curso preparatório gratuito para o CNU acontece online até maio

O foco das aulas são os candidatos a Auditor-Fiscal do Trabalho

O foco das aulas são os candidatos a Auditor-Fiscal do Trabalho
O foco das aulas são os candidatos a Auditor-Fiscal do Trabalho |  Foto: Agência Brasil / Banda B

O projeto é idealizado pelo Sindicato dos Auditores Fiscais do Trabalho do Estado da Bahia (SAFITEBA) e acontece desde março gratuitamente para preparação dos candidatos que farão a prova do Concurso Nacional Unificado (CNU). As aulas são realizadas de terça a sexta às 19 horas nos canais do YouTube das entidades envolvidas e após a live, continuam salvas por lá.

A Bahia é o estado com maior número de inscritos para o CNU nas diversas áreas, ao todo, 162.701 baianos se inscreveram. Também é o local onde teve a maior quantidade de requerimentos de isenção de taxa por baixa renda.

Para a função de Auditor-Fiscal do Trabalho, no Brasil estão sendo ofertadas 900 vagas e a previsão é que 55 sejam alocadas por remoção ou concurso para a Bahia. Aulas de preparação para cargos como esse costumam ser muito caros e a proposta do SAFITEBA surge contrária a isso, o vice-presidente do sindicato, Mário Diniz, explica:

“Essas oportunidades em Auditorias, Magistrados e no Ministério Público em geral são ocupadas por estratos sociais de alta renda e dificilmente são preenchidas por pessoas de uma classe social mais baixa. Então, com o curso a gente está tentando igualar essas condições que são tão desiguais na sociedade.”

Para conquistar uma das vagas, os candidatos farão uma prova específica, que terá 50 questões objetivas e discursiva, que abordarão cinco eixos especificados no edital do Concurso. E os temas abordados nas aulas dão destaque, tanto para as disciplinas exigidas, quanto para a compreensão da atuação da Auditoria-Fiscal do Trabalho na garantia dos direitos laborais e do trabalho digno.

Mário Diniz, Auditor-Fiscal do Trabalho e vice-presidente do SAFITEBA
Mário Diniz, Auditor-Fiscal do Trabalho e vice-presidente do SAFITEBA | Foto: Divulgação

“Das matérias que estão sendo ministradas lá, algumas delas fazem parte de um núcleo de várias carreiras. E um dos efeitos do curso é que as pessoas que estão assistindo, mesmo aquelas que eventualmente não estão inscritas no CNU, conseguem ter uma noção que nunca tiveram sobre a abrangência da atuação da Auditoria-Fiscal do Trabalho”, ressalta Mário.

As aulas estão sendo apresentadas por professores totalmente voluntários e especialistas em suas respectivas áreas de atuação, dentre eles, estão os Auditores-Fiscais do Trabalho, Fernando Donato e Tatiana Fernandes, a socióloga e pesquisadora Graça Druck, e a professora Denise Vieira, ambas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a economista Ana Georgina, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

“Os professores, majoritariamente, serem envolvidos com a Auditoria-Fiscal do Trabalho faz com que os candidatos tenham uma visão muito mais concreta dos conceitos, por verem eles já aplicados. Então, você consegue visualizar como atuaria como auditor, e as provas buscam muito que as pessoas tenham conhecimento dos aspectos práticos, não só teóricos, de uma carreira”, enfatiza Mário.

O curso acontece semanalmente de terça a sexta, às 19 horas, simultaneamente nos canais do SAFITEBA e das entidades parceiras, Instituto Trabalho Digno, Diário PcD e da CUT do Rio Grande do Sul, que juntas já somam 91.984‬ visualizações. A visualização das aulas já realizadas é por meio do link www.youtube.com/@safitebabahia4734.

exclamção leia também