27º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Gato não! - 12/05/2023, 06:00 - Maria Laura S. de Souza

Coelba faz a limpa e remove ligações de energia irregulares

A distribuidora está investindo em tecnologias para combater o furto de energia em toda a Bahia

Registro da ação realizada no ano passado
Registro da ação realizada no ano passado |  Foto: Divulgação

Apenas nos três primeiros meses de 2023, a Neoenergia Coelba identificou e removeu 31.236 ligações irregulares de energia em toda a Bahia. Dados da Instituição mostram que a quantidade corresponde a 347 fraudes por dia. A concessionária estima também que a energia recuperada nas ações de combate ao furto foi de 92 milhões de quilowatt/hora. A distribuidora está investindo em tecnologias para combater o furto de energia em toda a Bahia.

Em 2022, o número de ligações irregulares foi 11% menor no primeiro trimestre. A companhia verificou que em 2023 foram realizadas menos ações em campo, porém, com mais irregularidades.

A pesar de os grandes centros urbanos apresentarem um índice maior de irregularidades, Rodrigo Almeida, gerente da Receita da Neoenergia Coelba afirma que o único motivo é a quantidade maior de clientes. Ele ressalta que quando se trata de combater o furto de energia elétrica, não há distinção de localidade, condição social ou segmento de classe econômica. “Temos números em todas as classes, essa recorrência acontece na zona rural, em fazendas, em indústrias, em comércios, em restaurantes, bares... Todos os seguimentos estão passíveis”, afirma.

O furto de energia elétrica é um risco pra segurança de toda a população. Quem comete a irregularidade também corre riscos que podem levar ao óbito. Segundo Rodrigo, o ato do furto pode ainda deixar instalações vizinhas inseguras e passíveis de descarga elétrica. “São cargas com instalações indevidas, superdimensionadas e sem um sistema preparado para recebê-las, pode causar uma sobrecarga na rede, faltas ou até acidentes com energia elétrica”, alerta.

No processo interno administrativo junto a Coelba, há a cobrança do valor no período onde houve o furto. Segundo Rodrigo, o montante é calculado pelos critérios da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), onde se consegue medir o período e volume furtados. Alterar o medidor de energia, realizar ligação clandestina e o uso da energia sem medidor também configuram furto de energia.

Rodrigo lembra também que o ato é crime, portanto, o consumidor que o realiza pode responder a um processo criminal e ficar sujeito a pena de até oito anos de reclusão. O gerente ressalta que a ajuda da população é essencial para ajudar no combate as irregularidades nos postes de energia. Para denunciar casos de furto de energia, está disponível o número 116 e o site www.neoenergiacoelba.com.br.

De acordo com Rodrigo, anualmente a Coelba chega a realizar aproximadamente 300 mil ações de fiscalizações. Com o avanço tecnológico, essas ações conseguem ser mais assertivas e identificar cada vez mais as fraudes de energia elétrica. “O recorte do primeiro trimestre de 11% indica a melhoria na assertividade e uma intensificação nas ações de fiscalização com mais tecnologia”, afirma. Além das inspeções assertivas, a Coelba substituiu 34 mil medidores de energia elétrica por novos.

exclamção leia também