29º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Viva o amor! - 02/11/2022, 06:05 - Louise Batista

Celebração do Amor une povos no Pelourinho

A cerimônia foi celebrada pelo bispo anglicano e diretor da IBCM, Alfredo Dórea.

Renildo Barbosa, coordenador do CPDD, pontua que o evento foi um sucesso.
Renildo Barbosa, coordenador do CPDD, pontua que o evento foi um sucesso. |  Foto: Genilson Coutinho

Por Maria Laura S. de Souza*

O Casarão da Diversidade realizou, na manhã de ontem, a segunda “Celebração do Amor” no Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT (CPDD). O evento inter-religioso é uma realização da Instituição Beneficente Conceição Macêdo (IBCM). A programação contou com a participação de diversos representantes das manifestações de fé, retratando o espírito de equidade do evento.

A cerimônia foi celebrada pelo bispo anglicano e diretor da IBCM, Alfredo Dórea. Ele falou sobre a presença de Deus no coração da população LGBTQIAPN+, e a força da união para o acolhimento ao próximo. Além de cânticos e orações, a programação surpreendeu com uma revoada de balões, abraços fraternos e demonstrações de amor, afeto e solidariedade.

Pai Raimundo de Xangô, do Centro Umbandista Paz e Justiça, acredita que o evento é uma clara demonstração de amor ao próximo. “Para muitos, essa comunhão, em pleno século XXI é algo que choca. Mas nós sabemos o quanto é possível e saudável unir as diferentes manifestações de fé”, ressalta.

A preletora da Seicho-No-Ie, Marinalva Jandira dos Santos, também prestigiou o evento. Ela fala sobre como a programação é um reflexo de quem foi Jesus na terra. “Ele acolheu a todos na atadura do amor. E é isso que está acontecendo aqui. Espero que cresça e contribua para acabar com toda a forma de discriminação e preconceito”, reflete.

Ela relata ainda que os jovens foram participativos e amorosos, mas percebeu também que eles traziam um semblante triste causado pela descriminação social que sofrem. “Como pedagoga e professora pude perceber esses sentimentos através do semblante de cada um. Mas, o mais importante é que tem pessoas que se preocupam com eles e dedicam amor”, diz. Ela termina afirmando que amou o Casarão da Diversidade.

Feliz, o padre Alfredo ressalta que a proposta do evento foi cumprida: “Nós precisamos estar de braços e corações abertos e dizer para a população LGBTQIAPN+ que todos tem um Deus que os ama e protege”.

Renildo Barbosa, coordenador do CPDD, pontua que o evento foi um sucesso. “Esperamos que se repita com o mesmo êxito na primeira terça-feira de dezembro, quando será realizada a terceira edição da Celebração do Amor”. Ele afirma ainda que a próxima celebração acontecerá na primeira terça-feira de dezembro, o orador ainda não foi confirmado.

Ebomi Higor Cataldo, neto do Ilê Axé Opó Afonjá, esteve presente como participante do evento, ele relata que o caráter acolhedor da celebração ficou evidente. “Evento maravilhoso e a prova de que Deus existe para todos. Muita lucidez e visão inclusiva”, completa.

*Sob supervisão da editora Kenna Martins

exclamção leia também