31º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Vai ter bolo? - 15/10/2022, 10:30 - Everton Santos

Agentes comunitários completam um mês acampados em frente à prefeitura

Profissionais exigem o pagamento do valor integral do piso salarial da categoria

Foto: Olga Leiria | Ag. A Tarde
Foto: Olga Leiria | Ag. A Tarde |  Foto: Foto: Olga Leiria | Ag. A Tarde

Os agentes municipais de saúde e de combate às endemias completaram um mês acampando em frente à Prefeitura Municipal de Salvador. Profissionais exigem o pagamento do valor integral do piso salarial da categoria, como determina a Emenda Constitucional 120/22.

Desde o dia 14 de setembro os agentes optaram por acampar no local como forma de protesto contra a gestão de Bruno Reis. Na época, aos gritos de “agentes na rua, prefeito a culpa é sua”, os servidores montaram barracas e toldos em frente a sede da prefeitura e, sob outros gritos de ordem, levantam cartazes de cobranças à gestão, e permanecem lá desde então.

Mesmo com todos os protestos dos profissionais, o prefeito Bruno Reis já falou sobre o assunto. Na ocasião ele afirmou que "não há recursos, não tem previsão orçamentária. Salvador não tem esse dinheiro para fazer investimento de R$ 311 milhões que é para onde ia essa conta com o piso e remunerações".

Por outro lado, os agentes afirmam que desde a gestão de ACM Neto o valor enviado pela União não é repassado para a categoria.

exclamção leia também