25º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Cidades

Bora ajudar! - 24/11/2022, 07:33 - Amanda Souza

Ação Dia de Doar mobiliza a cidade em solidariedade

Iniciativa acontece na terça-feira e tem o objetivo de estimular cada vez mais a cultura da doação

"Doa Salvador”, será liderado pelo Coletivo Resistência Preta.
"Doa Salvador”, será liderado pelo Coletivo Resistência Preta. |  Foto: Divulgação/ Coletivo Resistência Preta

Uma corrente participativa promete levantar um grande movimento na próxima terça-feira, dia 29, ao redor de todo o país. Diferentes organizações sociais se reuniram para o Dia de Doar. Essa é uma iniciativa global e, em Salvador, o movimento, que recebeu o nome “Doa Salvador”, será liderado pelo Coletivo Resistência Preta.

De acordo com o coordenador do coletivo, Dhay Borges, “o Doa Salvador tem como foco principal potencializar e estruturar aproximadamente 50 instituições comunitárias da cidade de Salvador, especialmente após a pandemia”, diz.

Toda a arrecadação na próxima terça será direcionada a essas instituições. “Pode ser todo tipo de doação como alimentos, roupas, fazendo trabalho voluntários, estimulando as pessoas em casa, no trabalho, divulgando ou colaborando através das vaquinhas”, aponta Dhay. Eles estão promovendo, ainda, uma campanha de doação de sangue.

Movimento preza pela participação

Essa é a 10ª edição do movimento no Brasil. Através do Dia de Doar, a intenção é estimular a solidariedade na sociedade brasileira. A ação é realizada pela Associação Brasileira de Captação de Recursos (ABCR), que engaja pessoas, organizações, marcas etc. por meio da doação. Na capital baiana, o Doa Salvador já reúne parceiros como Esporte Clube Vitória, Esporte Clube Bahia, Fundação Odebrecht, Hemocentro, Unimed, Sebrae, artistas locais e mais de 20 influenciadores, de acordo com o coordenador do Coletivo Resistência Preta. Eles estão muito confiantes para a próxima terça-feira. “A expectativa já é muito positiva, pois o mais importante foi ter conseguido, durante esses meses, ampliar nossas redes, sermos pedagógicos e solidários entre nós na divisão de tarefas, mobilização e forte engajamento”, destaca Dhay Borges.

exclamção leia também