30º Salvador, Bahia
previsao diaria
Facebook Instagram
WHATSAPP
Receba notícias no WhatsApp Entre no grupo do MASSA!
Home / Carnaval 2024

Assista - 31/01/2024, 17:34 - Cássio Moreira- Atualizado em 31/01/2024, 19:25

Candidata a rainha do Carnaval relata proposta sacana em evento

Tiffany Cairo faz relato após denúncia de racismo envolvendo outra concorrente

Proposta sacana teria rolado durante o evento
Proposta sacana teria rolado durante o evento |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

A modelo Tiffany Cairo usou as redes sociais, nesta quarta-feira (31), para desabafar sobre uma suposta proposta indecente feita durante sua participação no concurso Rainha do Carnaval de Salvador, na terça (30).

Leia mais

Candidata a rainha do Carnaval denuncia racismo em evento

O desabafo de Tiffany rolou após a candidata Andreza Rodrigues usar as redes sociais para relatar que foi vítima de injúria racial após o concurso. A modelo ainda pediu que a justiça seja feita.

"Ontem, no final do concurso, fui constrangida por um senhor que me procurou para saber se eu fazia programa e me oferecendo dinheiro. Infelizmente, somos vistas como objeto sexual, e meu desejo nesse momento é que a justiça seja feita", disparou.

Em nota à imprensa, o coordenador do evento, Gorgônio Loureiro, repudiou o episódio de racismo e disse que o concurso jamais havia presenciado tal situação. Veja:

Venho através dessa, esclarecer e repudiar o lamentável incidente acontecido com Andreza Rodrigues, uma das 12 candidatas ao Concurso da Rainha do Carnaval 2024 que declarou ter sido importunada com palavras ofensivas e discriminatórias por um homem presente à festa que transcorreu em paz com mais de 300 pessoas no salão. Nenhum dos membros da organização do evento presenciou o este fato, tomando conhecimento após do ocorrido, quando a família da candidata, já havia chamado a policia para fazer a ocorrência dessa atitude desagradável.

Na trajetória de 32 anos na coordenação do Concurso da Rainha do Carnaval de Salvador, jamais houve fato semelhante e isso pode ser comprovado, pela quantidade de afro descentes que são candidatas e /ou eleitas todos os anos. 10 das 12 candidatas eram negras e a Rainha e 1ª Princesas eleitas, são negras. Portanto, o Concurso da Rainha do Carnaval de Salvador não cabe, não compactua com nenhum tipo de descriminação, seja ela qual forma seja ou quem com seja, candidata ou não. Repudiamos e condenamos veementemente este tipo de atitude nefasta que não cabe mais entre os seres humanos.

exclamção leia também