Esporte

Ter, 14/01/2020 | Atualizado em: 14/01/2020 às 05h06


Esporte

Dupla tentativa

Jefferson domingos
A+ A-

A diretoria do Bahia não titubeou no mercado de transferências para trazer soluções para um dos setores mais problemáticos de 2019: a lateral esquerda.

Assim, o clube acertou logo a vinda de dois jogadores para a posição. Primeiro, fechou com o Internacional a troca de Moisés por Zeca. Depois, conseguiu repatriar o prata da casa Juninho Capixaba, que pertence ao Grêmio. Até a noite de ontem, o Bahia não tinha cravado as contratações, mas o diretor de futebol, Diego Cerri, confirmou que as negociações estão ocorrendo e que os atletas podem chegar a qualquer momento.

No ano passado, o titular da posição foi Moisés, que disputou 55 jogos da temporada, mas entrou em rota de colisão com a torcida pelos os altos e baixos. Além dele, o Tricolor contava com Giovanni para a posição. Atualmente, ele está machucado. Com contrato até 31 de maio deste ano, o Giovanni não deve renovar com o Esquadrão.

Para diminuir a chance de ter dor de cabeça no futuro, a estratégia da diretoria foi trazer os dois atletas da posição com características diferentes. Aos 25 anos, o ambidestro Zeca tem ações menos verticais durante a partida, porém é mais apto para o jogo com posse de bola. Ele chega por empréstimo de um ano, com opção de compra ao fim do contrato. Moisés será repassado para o Colorado na mesma condição.

Revelado pelo Santos, onde fez 137 jogos e marcou quatro gols, o lateral despontou como uma grande promessa do futebol brasileiro, inclusive, sendo titular da Seleção Brasileira na conquista do inédito ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Já Juninho Capixaba, 22 anos, é um legítimo canhoto e pode dar mais profundidade para o time. A volta do jovem, revelado pelo próprio Bahia, foi confirmada na manhã de ontem por Klauss Câmara, executivo de futebol do Grêmio, em entrevista coletiva. O lateral-esquerdo, inclusive, não participou das atividades no CT Luiz Carvalho.

"Todos perceberam a ausência (de Juninho Capixaba). É em virtude do encaminhamento a ser dado com o Bahia por empréstimo nesta temporada", revelou Klauss Câmara.

O jovem se destacou pelo Bahia em 2017, quando ganhou a posição do colombiano Pablo Armero e terminou a temporada como titular. As boas atuações chamaram a atenção do Corinthians, que o contratou na temporada seguinte. No time paulista, ele não conseguiu se firmar e foi negociado com o Grêmio.

Na equipe gaúcha, Juninho alternou bons e maus momentos, mas nunca conseguiu tomar conta da posição. Destaque para a fase artilheira, no Brasileirão de 2018, quando fez três gols. Na Série A do ano passado, Juninho participou de 17 partidas, 16 como titular do time de Renato Gaúcho. No total, pelo Grêmio, Juninho atuou em 35 jogos e balançou as redes em cinco oportunidades.