Tá Quente!

Ter, 14/01/2020 | Atualizado em: 14/01/2020 às 05h06


Tá Quente!

Reforma Liminar que travou PEC gera climão

Raul Aguilar
A+ A-

Foi realizada ontem na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) a primeira sessão extraordinária de apreciação dos seis projetos enviados pelo governador Rui Costa em caráter de urgência.

Apesar da suspensão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 158/2019, que modifica regras relativas ao Regime Próprio de Previdência Social dos servidores públicos civis do Estado da Bahia, por força de um mandado de segurança impetrado pelo deputado estadual Hilton Coelho (Psol), no último sábado (11), os discursos giraram em torno dos benefícios e malefícios da PEC.

Hilton Coelho defendeu a manutenção do mandado de segurança e criticou o que chamou de tentativa de aprovação em duas semanas de um texto que durou 10 meses no governo federal. "Como é que se precisa de um mínimo de 21 deputados para abrir uma sessão e se abre com sete? Como é que precisa de 32 deputados para qualquer deliberação e se decide com cinco? Isso não existe", questionou.