Viver Bem

Sáb, 11/01/2020 | Atualizado em: 11/01/2020 às 05h06


Viver Bem

Ótima aposta para esquentar

durval ferreira*
A+ A-

A rotina de um relacionamento pode levar a um desgaste na relação. Por isso, muitos casais investem em jogos eróticos para renovar a maneira em que a vida sexual está sendo conduzida.

Os jogos sexuais são uma boa aposta para tornar a relação mais interessante. Ana Ramos (nome fictício), 28 anos, revela que a brincadeira salvou o seu relacionamento "Eu acho super válido, rotina em qualquer situação é bem incômoda. Eu estava perdendo o tesão no meu namoro. Quando começamos a usar dados na relação, passamos a ter uma interatividade maior", disse.

Lorena Santos, 22 anos, se diverte com a interatividade erótica que os jogos proporcionam, mas não consegue chegar até o fim com a proposta do jogo. "No começo é muito bom, vai trabalhando a sensualidade e provoca ansiedade para o próximo, mas chega um momento em que eu fico tão empolgada que desisto de ficar jogando dado e vou para os finalmentes", confessou.

João Vinicius, 21 anos, fala que só acha bacana quando se trata de alguém que acaba de conhecer. "Eu acho interessante quando eu conheço a pessoa na hora, você sente o impacto de estar conhecendo algo novo. Nesse caso, sim, o jogo se torna divertido e curioso", explicou o rapaz.

Há aqueles que não veem de forma proveitosa os joguinhos sexuais, como no caso de Larissa Barreto (nome fictício), 24 anos. Para ela, os jogos entediam a relação. "Eu acho péssimo, não apimenta nada, só faz atrasar. Não vejo graça, não sinto tesão. Prefiro que compre uma bola que estoure e gele, um oral bem feito, algo assim", sugeriu Larissa.

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos