Esporte

Qui, 12/12/2019 | Atualizado em: 12/12/2019 às 09h07


Esporte

'Melhor do ano' é recebida com festa

Aurélio Lima
A+ A-

Habituada a competir em várias partes do mundo a cada temporada, Beatriz Ferreira sabe que o melhor lugar para passar férias é em casa. Contando com a reciprocidade da família, a baiana campeã mundial de boxe desembarcou ontem no aeroporto de Salvador, onde teve uma recepção à altura da saudade provocada pelos dois anos longe dos parentes.

Chegou aplaudida e carregando o peso da fama e de troféus e medalhas, que só nesta temporada foram 37, como ela mesmo destacou. "Este ano fiz 37 lutas e ganhei 37 medalhas, só uma de prata o resto tudo ouro. Estou colecionando ouros. Esta é a meta", celebrou Bia.

A campeão mundial e Pan-americana da categoria até 60kg veio direto do Rio de Janeiro, onde levou o título inédito de melhor atleta do ano na 21ª edição do Prêmio Brasil Olímpico. No evento do Comitê Olímpico do Brasil (COB), ela superou a também baiana Ana Marcela, da maratona aquática, e a esgrimista Nathalie Moellhausen.