Plantão

Qua, 27/11/2019 | Atualizado em: 27/11/2019 às 16h38


Plantão

Velhinho é assassinado no quilombo

ANDREZZA MOURA
A+ A-

Latrocínio (roubo com resultado morte) ou vingança. Estas, segundo informações da Polícia Civil, são as linhas de investigação seguidas pelo delegado Ciro Palmeira, titular da 22ª Delegacia (Simões Filho), para elucidar a morte do trabalhador rural José Isídio Dias, 80 anos, conhecido como Seu Vermelho.

O crime foi cometido na noite de segunda (25), no Quilombo Rio dos Macacos, uma região limítrofe entre Salvador e a Ilha de São João, em Simões Filho.

Ainda conforme o órgão, apesar de não ser uma das linhas de investigação, Palmeira também apurará se o crime foi motivado pela disputa por terra, já que, há mais de 50 anos, os quilombolas travam briga com a Marinha do Brasil pela posse do território, que é remanescente de quilombo. O conflito teve início após a construção da Vila Naval da Barragem, em 1970.

O corpo de Seu Vermelho, que era uma das lideranças do quilombo, foi encontrado por vizinhos, por volta das 21h40, dentro da casa na qual morava. Segundo informações preliminares, o idoso foi morto com um machado. O objeto foi encontrado no local.