Viver Bem

Seg, 25/11/2019 | Atualizado em: 25/11/2019 às 04h05


Viver Bem

Escritório tem serviços '0800' este mês

Durval Ferreira*
A+ A-

Mesmo com a Lei Maria da Penha, muitas mulheres ainda são vítimas de violência. Essas agressões podem, inclusive, resultar em morte. Dados do primeiro semestre deste ano, da Secretaria da Segurança Pública, mostram, no comparativo de 2018 com 2019, um aumento no número de mulheres vítimas de feminicídio. Em Salvador, um caso foi registrado. No interior, o número aumentou de 37 para 42. Pensando em oferecer suporte a mulheres que sofrem com algum tipo de violência, o escritório BSF Advogados oferece, este mês, atendimento gratuito a mulheres vítimas de violência, com o objetivo de mostrar os caminhos que a mulher agredida deve seguir para acabar com o abuso sofrido. A advogada Sabrina Santana, sócia do escritório, conta como surgiu a ideia: "Percebemos que era comum, depois de palestras, termos perguntas em confidencialidade sobre o assunto. Como mulher e profissional, me senti tocada. O atendimento funciona por um agendamento pelo telefone (71) 3646-8494. Ao ser atendida, a vítima pode decidir se deseja se identificar ou usar outro nome, além de escolher entre advogada ou advogado, em uma sala reservada. "Estamos aqui para dar orientação", diz Sabrina Santana.

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos