Esporte

Sáb, 16/11/2019 | Atualizado em: 16/11/2019 às 04h05


Esporte

O Coelho foi indigesto

everton santos*
A+ A-

Em jogo para se ver livre de uma vez por todas do perigo de rebaixamento, o Vitória acabou se engasgando com o Coelho e terminou derrotado, ontem, por 2 a 1, no estádio Independência.

A partida foi marcada pela forte chuva que caiu em Minas. Preocupado com o ritmo de jogo do América-MG, o técnico Geninho montou um esquema com três zagueiros. Entretanto, um gol 'relâmpago' mandou a estratégia do treinador por água abaixo.

Logo no minuto inicial da primeira etapa, o time mineiro levantou a bola na área e Ricardo Silva cabeceou para inaugurar o placar.

Com um time sem muitas opções para criar jogadas, o Leão foi apático durante o primeiro tempo. Já a equipe mineira não chegou ao segundo gol graças a Martín Rodriguez.

Veio o segundo tempo e, logo aos quatro minutos, Matheus Rocha puxou contra-ataque, invadiu a área e ainda passou pelo marcador antes de chegar deslizando para bater firme na bola e deixar tudo igual, 1 a 1.

Mas quem esperava um Vitória controlando melhor a partida recebeu um banho de água fria pouco tempo depois.

Com dez em campo, já que Zé Ivaldo estava recebendo atendimento médico, o Leão viu o time mineiro avançar pela esquerda, Júnior Viçosa desviar e a bola sobrar para Juninho fuzilar o gol de Martín. Coelho de novo na frente.

O Rubro-Negro quase empatou o jogo, mas a finalização de Wesley parou na trave. E a equipe baiana não conseguiu a igualdade no placar.

Com 42 pontos, o Vitória está a sete pontos da zona de rebaixamento. Terça-feira (19), enfrenta o Operário, às 21h30, no Paraná, pela 37ª rodada da Série B.

* Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos