Esporte

Sáb, 16/11/2019 | Atualizado em: 16/11/2019 às 04h05


Esporte

Na seca Em dia de Messi, nem Jesus salva

leo moreira
A+ A-

Em um jogo que teve Lionel Messi como protagonista, retornando depois de três meses afastado da seleção, o Brasil quase não criou chances de gol e perdeu para a Argentina por 1 a 0, na tarde de ontem, no Estádio King Saud University, em Riade, na Arábia Saudita.

O gol dos hermanos saiu ainda no primeiro tempo, após o camisa 10 ser tocado por Alex Sandro dentro da área. Aos 12 minutos, o mesmo Messi bateu o pênalti, Alisson defendeu, mas, no rebote, o jogador do Barcelona abriu o placar.

O craque argentino voltou a atuar na seleção depois de cumprir uma suspensão imposta pela Conmebol por criticar a entidade e a arbitragem durante a Copa América.

Três minutos antes do gol de Messi, o Brasil havia desperdiçado uma penalidade, finalizada para fora por Gabriel Jesus.

Com a derrota, Tite, agora com cinco jogos sem ter o gostinho da vitória, iguala a sequência negativa de Mano Menezes e Felipão. Lembrando que o Brasil não sabe o que é vencer há quatro meses, desde a final da Copa América. De lá para cá, são três empates, contra Colômbia (2 a 2), Senegal e Nigéria (os dois por 1 a 1) e duas derrotas – a outra diante do Peru (1 a 0).

Na terça-feira (19), o Brasil volta a ter outra oportunidade de quebrar o jejum diante da CorEia do Sul, em Abu Dhabi, às 10h30 (horário de Brasília).