Esporte

Sex, 08/11/2019 | Atualizado em: 08/11/2019 às 04h05


Esporte

Partida para asalvação

everton santos*
A+ A-

A cinco partidas para o fim da Série B, o Vitória entra em campo hoje, às 19h15, para enfrentar o Paraná, na Vila Capanema. Com 40 pontos na tabela, o Leão ficará muito próximo de se ver livre da zona maldita caso consiga um triunfo.

Com apenas 1% de chance de rebaixamento, após a vitória contra o Brasil-RS, o Rubro-Negro quer chegar o quanto antes aos 45 pontos para poder ter um final de temporada tranquilo. Para isso, o atacante Eron já sabe qual deve ser a postura do time.

"A gente vem falando que cada jogo está sendo uma final, como foi contra o Figueirense, contra o Brasil. E o Paraná não vai ser diferente. A gente vai lá para buscar pontos. Professor Geninho está trabalhando para buscar os três pontos, para fazer logo, porque a mágica é 44, 45 pontos, para sair logo dessa zona incômoda", disse Eron.

Para o duelo contra o clube paranista, o técnico Geninho não contará com Everton Sena, suspenso com o terceiro cartão amarelo. Com isso, Zé Ivaldo deve formar a dupla de zaga ao lado de Ramon.

O Vitória espera manter o bom desempenho que o time vem tendo longe de Salvador ultimamente. Nos últimos três jogos como visitante, foram dois triunfos e um empate.

Com vários jogadores no departamento médico do clube, a equipe baiana também precisa se preocupar com os jogadores que estão pendurados. Para a partida, seis atletas relacionados estão na berlinda. São eles: Felipe Gedoz, Léo Gomes, Martín Rodríguez, Ronaldo, Thiago Carleto e Van.

Já o Paraná, que está com 50 pontos e é o quinto colocado da Série B, ainda sonha com o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro e não quer tropeçar em casa.

Na última rodada, a equipe venceu o América-MG como visitante, por 2 a 0, e está empolgada para o confronto.

Com as próximas duas partidas em Curitiba, o técnico Matheus Costa quer o apoio do torcedor.

"São dois jogos em casa, dois jogos importantíssimos. Não tem ninguém mais importante dentro deste clube do que o nosso torcedor. Que seja nosso 12° jogador. Temos que ser inteligentes, e a presença do torcedor vai ser muito importante. Então, nossa torcida apoiando do início ao fim vai ser de fundamental importância", disse o comandante do Paraná.

É clima de final na Vila Capanema, e o Leão pode sair vitorioso.

* Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos