Esporte

Ter, 22/10/2019 | Atualizado em: 22/10/2019 às 08h26


Esporte

Banho de água fria

Leo Moreira
A+ A-

Com os uniformes "machados" de óleo, em manifestação ao desastre ecológico que assolou as praias nordestinas, o Bahia entrou em campo ontem à noite diante do Ceará, no estádio de Pituaçu, pela 27ª rodada do Brasileirão, já sabendo do que precisava fazer para entrar no G-6. Ajudado pelos tropeços dos concorrentes diretos, bastava o Esquadrão fazer o dever de casa para ingressar novamente ao grupo dos classificados à Libertadores. Mas não foi bem isso que aconteceu.

Os quase 30 mil torcedores presentes em 'Pituaço' chegaram até a comemorar. Aos 30 minutos do segundo tempo, Marco Antônio cobrou falta na cabeça de Artur, que antecipou a defesa e abriu o placar para o Tricolor. Neste momento, o Bahia chegava à 5ª colocação na competição. Mas daí em diante, o Esquadrão recuou e cedeu muitos escanteios ao Vozão. E foi assim que o Ceará chegou a virada. Com dois gols de cabeça, o zagueiro Luiz Otávio virou o placar para os cearenses, aos 39 e aos 48 minutos da etapa final.

O primeiro tempo foi ruim para as duas equipes. Sem criatividade, o Bahia tinha mais posse de bola, mas pouco criava. A melhor chance da etapa inicial, inclusive, foi do Vozão. João Lucas cobrou falta no ângulo de Douglas, que praticou uma grande defesa.

Com as duas equipes precisando da vitória, o segundo tempo começou bem mais movimentado. Quem assustou primeiro foi o Ceará. Logo aos cinco minutos, Felipe Silva driblou a defesa do Bahia e chutou em cima de Douglas.

No contra-ataque, Marco Antônio, que entrou no intervalo, deu passe para Élber. O camisa sete deixou Artur de frente para o gol, mas o atacante jogou a chance para fora. Aos 23, o jovem da base tricolor deu outro belo passe para Arthur Caíke, que chutou em cima de Diogo Silva.

Mais perigoso, aos 34 minutos, o Bahia abriu o placar com Artur. O 'baixinho' aproveitou uma cobrança de falta de Marco Antônio e estufou a rede cearense. Mas, em dois lances que mais pareciam 'replays', o zagueiro Luiz Otávio virou a partida em duas cabeçadas após cobranças de esconteios, já no fim da partida jogando um balde de água fria nas pretensões tricolores de chegar ao G-6 do Campeonato Brasileiro.