Viver Bem

Ter, 22/10/2019 | Atualizado em: 22/10/2019 às 08h26


Viver Bem

Muito raro, mas os sintomas entregam

gabriel conceição*
A+ A-
almassa.com.br

O câncer de mama é uma doença que está sendo amplamente discutida neste mês. Há diversas ações para mostrar às mulheres a importância da prevenção e tratamento da doença, mas pouco se discute a respeito da incidência dessa patologia nos homens.

Esse tipo de câncer é raro em pacientes masculinos. De acordo com o oncologista Maurício Neves, de 100 diagnósticos novos da doença, 99 são em mulheres e apenas um em homens. Porém, a falta de conhecimento sobre a doença faz o paciente demorar de buscar um especialista.

"Homens também podem ter câncer de mama. Temos glândulas mamárias e hormônios femininos, ainda que em quantidade pequena. Normalmente, ele aparece em homens acima dos 60 anos e pode ser mais frequente nos rapazes cujas famílias apresentam muitos casos de câncer de mama e câncer de ovário. É preciso estar atento aos sinais do corpo", disse o oncologista.

Por se tratar de casos raros, não existe um programa de rastreamento específico (mamografia) para os homens, mas os sintomas são parecidos com os das mulheres. A grande maioria dos tumores de mama masculino apresenta-se como nódulo palpável, secreção e retração da pele ao redor dos mamilos.

"Ao primeiro sinal de algum dos sintomas, procure um médico. Quando o diagnóstico ocorre rapidamente e o paciente é tratado na fase inicial, as chances de cura podem chegar a 90%", afirmou o oncologista Maurício Neves.

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos