Viver Bem

Ter, 15/10/2019 | Atualizado em: 15/10/2019 às 08h14


Viver Bem

A saúde que vem da orelha

gabriel conceição*
A+ A-
almassa.com.br

Considerado um dos métodos terapêuticos mais antigos e conhecidos da Medicina Tradicional Chinesa, a auriculoterapia é uma técnica de acupuntura que utiliza pontos localizados no pavilhão da orelha para tratar problemas de saúde, tanto físicos como psicológicos.

O método foi oficializado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma terapia de microssistema. Na auriculoterapia, o corpo humano pode ser representado na orelha como um formato de um feto. Por isso, cada ponto se refere a um órgão específico. Assim, quando esse ponto é estimulado, é possível tratar problemas ou aliviar sintomas nesse mesmo órgão. Além disso, problemas psicológicos, como ansiedade ou depressão, enxaqueca, obesidade ou contraturas também podem ser tratados.

Para a acupunturistas Maria Mercedes, essa terapia que conseguiu ganhar espaço pelos resultados obtidos e por ser pouco invasiva, o que faz com que seja bem aceita pelos pacientes. "A eficácia comprovada da terapia é pelo fato da área auricular ser muito rica em nervos e ter muitas ligações com o sistema nervoso central. Nas sessões, o tratamento consiste na colocação, após uma limpeza rigorosa do local, de um material esférico e de superfície lisa, que pode ser um pequeno cristal ou sementes de mostarda, presos à pele com pequenos pedaços de esparadrapo, de forma que façam pressão nos pontos auriculares", explicou a acupunturista.

Após a saída do consultório, o paciente deve estimular as esferas várias vezes ao dia, evitando molhar e deslocar o esparadrapo. As esferas podem permanecer nas orelhas por um período máximo de sete dias.

* Sob a supervisão da editora Kenna Martins