Viver Bem

Sex, 04/10/2019 | Atualizado em: 04/10/2019 às 07h49


Viver Bem

Fertilidade pode ser preservada

gabriel conceição*
A+ A-

Muitas mulheres sonham com a maternidade. Algumas têm filhos ainda jovens e outras preferem esperar pela estabilidade financeira e emocional.

No entanto, alguns fatores podem acabar com esse sonho, como é o caso do surgimento de algum tipo de câncer, como o de mama e o de pele, um dos mais comuns em mulheres no Brasil.

Sessões de quimioterapia e radioterapia, tratamentos usados para destruir o câncer, podem levar a mulher a ficar infértil. Com isso, as chances de se ter um filho podem ser reduzidas a zero.

Porém, há uma prevenção para a infertilidade em mulheres que irão começar o tratamento contra o câncer, que é o congelamento de óvulos.

Para o oncologista Maurício Neves, todo paciente que vai fazer um tratamento de câncer e ainda está em idade reprodutiva deve ser alertado da possibilidade de perder a fertilidade e saber as opções disponíveis para preservá-la.

"O congelamento de óvulos é uma alternativa que existe há algum tempo, mas os resultados positivos, que eram baixos, começaram a melhorar nos últimos anos. A retirada e o congelamento do mesmo antes do tratamento preservará a fertilidade. Com o término do tratamento, o óvulo poderá ser fertilizado em laboratório e o embrião implantado no útero, tornando possível o sonho de ser mãe", explicou o médico.

Na Bahia, porém, é preciso ter uma boa reserva financeira para passar pelo tratamento.

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos