Plantão

Seg, 09/09/2019 | Atualizado em: 09/09/2019 às 04h04


Plantão

Balaços Siri é assassinado a tiros em Paripe

Leo Moreira
A+ A-

Rodrigo da Silva Cerqueira, de 31 anos, mais conhecido como "Siri", foi morto a tiros na madrugada de sábado (7), no bairro de Paripe. Um dos tiros atingiu o rosto. O pai da vítima, Antônio Miranda Cerqueira, de 67 anos, suspeita do envolvimento de sua nora na morte de Rodrigo. "Ele passou aqui no bar para pegar umas roupas e depois foi na casa da mulher. Meia hora depois, ele chegou aqui no bar da frente todo ensaguentado e furado, 'garfando' sangue. Me avisaram: 'vem acudir seu filho que furaram ele todo'. A mulher dele está envolvida com isso. Eles viviam brigando. Quando ela bebe, dá facada nele, 'zunha' ele todo. Eu sempre dizia: 'saia dessa mulher'. Isso aconteceu na porta da casa dela", relatou Antônio.

O crime foi cometido por volta de meia-noite, na Rua Iriguaçu. Antônio, dono de um bar na via, também aponta um dos vizinhos como suposto autor do crime. "Tem um pessoal aqui que estava preso. Agora eles foram soltos, há cerca de uma semana, e estão tocando terror na região. Os moradores ficam até com medo de sair. Me disseram hoje (ontem) que foi um deles que atirou em meu filho. Fiquei até surpreso porque são moradores antigos, e fazer isso com ele?", completou. Policiais da 19ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foram acionados por volta das 0h25. A guarnição ainda socorreu a vítima para o Hospital do Subúrbio (HS), em Periperi, mas Siri não resistiu aos ferimentos e morreu.