Plantão

Qui, 05/09/2019 | Atualizado em: 05/09/2019 às 04h04


Plantão

Candeias Desfalque em dose dupla

Nicolas Melo
A+ A-

"Eu gostava de traficar, mas pegar o que é dos outros e tirar a vida de alguém nunca fiz não. Nunca matei ninguém não", disse o suspeito de homicídio Taylor Werley Carmo Silva, 23 anos. Ele foi preso na última terça-feira (3) em Candeias (Grande Salvador), enquanto jogava bola, juntamente com o comparsa Jadeilton Bispo Pereira, 21, que estava com um revólver calibre 38, munições e drogas. Eles são apontados pela polícia como integrantes de um bando especializado em roubos de carros.

Segundo a delegada Glória Isabel Santos, do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Taylor Werley possui dois mandatos de prisão em aberto, ambos emitidos pela comarca judicial de Feira de Santana (a 115 km de Salvador), por tentativa de homicídio e um homicídio, crimes cometidos em 2016.

"Em uma disputa por área de tráfico de drogas, ele matou o rival Ramilson dos Santos Silva, o Dadai, que atuava no bairro Aviário, lá em Feira. Taylor chegou na porta da casa de Dadai e pediu para que uma criança (parente dele) chamasse o homem que foi morto ao sair. A criança também foi atingida, mas não morreu", disse a delegada Glória Isabel.