Nas Ruas

Sáb, 31/08/2019 | Atualizado em: 31/08/2019 às 04h03


Nas Ruas

Vaquinha pode evitar que abrigo com 388 animais feche

Tainá Cristina*
A+ A-

Desde a década de 90, a protetora de animais Ângela Gomes, 63 anos, moradora de Lauro de Freitas, se dedica a abrigar animais abandonados. Devido às despesas com os pets e o imóvel, a cuidadora pede apoio com uma "Vaquinha Eletrônica", para não fechar o espaço, que reúne 340 cachorros e 48 gatos. São mais de 120 quilos de ração consumidos diariamente.

Morando há sete anos no mesmo local de aluguel, ela foi notificada pelo dono do imóvel a abandonar o abrigo junto com os animais ou comprar o espaço, avaliado em R$ 150 mil. "Pago o aluguel de R$ 500, mas o proprietário quer vender e me fez a proposta de dar entrada de R$ 90 mil e pagar R$ 60 mil em parcelas de R$ 1 mil. Não tenho onde achar esse dinheiro e fiz uma vaquinha online nas redes sociais para obter essa quantia para salvar o abrigo", frisou Ângela Gomes.

*Sob a supervisão da editora Meire Oliveira