Tá Quente!

Sáb, 31/08/2019 | Atualizado em: 31/08/2019 às 04h03


Tá Quente!

2020 Minha Casa Minha Vida pode ficar parado

Estadão Conteúdo
A+ A-

O governo avalia suspender novas contratações do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) e redirecionar recursos do Sistema S para bancar alguns gastos do Orçamento em 2020. A suspensão das novas contratações do MCMV por um período pode garantir uma economia de despesas de R$ 2 bilhões. No caso do Sistema S, além do corte dos recursos anunciado no início do governo Bolsonaro, o que está em discussão é repassar uma parcela da arrecadação para bancar alguns grupos de despesas, principalmente aquelas voltadas para qualificação.

O assunto foi discutido em reunião da Junta de Execução Orçamentária (JEO), que avaliou um conjunto de medidas para reduzir despesas obrigatórias (como salários, aposentadorias e pensões) e abrir espaço no teto de gastos (dispositivo previsto na Constituição que impede o crescimento das despesas acima da inflação) na proposta de Orçamento de 2020. O governo prepara medidas para reduzir as despesas obrigatórias em mais de R$ 10 bilhões.