Esporte

Qua, 28/08/2019 | Atualizado em: 28/08/2019 às 04h03


Esporte

Adversário de sábado, CSA só é fácil no papel

Felipe Paranhos
A+ A-

Uma defesa que sofreu uma média de 0,5 gol por jogo nos últimos seis compromissos contra um ataque que, no Campeonato Brasileiro inteiro, balançou as redes só cinco vezes. Assim será Bahia x CSA, próxima partida do Esquadrão pela Série A, sábado, às 17h. E, apesar de os números desenharem uma missão fácil para a defesa tricolor, o zagueiro Juninho pregou respeito ao time alagoano.

Em entrevista coletiva realizada no Fazendão, o defensor explicou o porquê de tanta cautela. "Difícil falar e analisar. É um time que fez cinco gols, mas, nos últimos jogos, fez dois. Saiu com três pontos e um empate dentro de casa, diante de duas equipes fortes", falou, referindo-se a Fluminense e Cruzeiro.

O jogo recente em que o Bahia mais levou gols – dois, ante o Palmeiras – não teve Juninho em campo. Mesmo assim, o zagueiro quer o time tão focado quanto se enfrentasse um dos líderes da Série A. "Não [pode] deixar esse tipo de comentário de que vai ser fácil, porque o time fez cinco gols no campeonato todo e vai chegar aqui e amolecer. Não vai ser assim", afirmou.