Nas Ruas

Qua, 28/08/2019 | Atualizado em: 28/08/2019 às 04h03


Nas Ruas

Quilombolas protestam para garantir direito à moradia

PEDRO MORAES*
A+ A-

Moradores do Quilombo Quingoma, localizado em Lauro de Freitas, promoveu, na tarde de ontem, o Ato Público em Defesa do Quingoma, em frente ao Tribunal de Justiça, no CAB, enquanto acontecia uma audiência para demarcação da área. O protesto contou com a participação de aproximadamente 50 pessoas. "Estamos aqui para defender o nosso território porque há uma pessoa se dizendo 'dona da área quilombola' e pedindo reintegração de posse, sendo que temos o certificado desde 2013 da nossa área quilombola. Então, a comunidade veio para provar com todos os seus elementos que o Quilombo Quingoma existe e resiste desde 1569 não havendo outros donos, a não ser nós quilombolas", ressaltou o morador do Quingoma, Reinaldo Bispo, 32 anos.

Os manifestantes cobram agilidade na demarcação do território. "A luta maior do povo quingoma é pela demarcação da nossa área", esclareceu a quilombola Raquel Conceição, que reside há 55 anos no local.

Segundo informações de um servidor do TJ, em virtude da ausência de defensor público, a audiência para definição da propriedade da área foi remarcada para 10 de setembro.

* Sob a supervisão da editora Kenna Martins