Plantão

Sáb, 10/08/2019 | Atualizado em: 10/08/2019 às 04h18


Plantão

Estupros Taradão fingia ser advogado

leo moreira
A+ A-

Um idoso que se passava por advogado foi preso, na tarde de ontem, suspeito de abusar sexualmente e estuprar garotas em entrevistas de emprego. A prisão foi efetuada por volta das 14h.

De acordo com a polícia, Edson dos Santos Rocha, 66 anos, anunciava as supostas vagas num site para atrair as vítimas até seu escritório, localizado na região do Iguatemi. Durante o processo seletivo, ele aproveitava para abusar sexualmente delas.

Segundo a titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Periperi, delegada Simone Moutinho, as investigações começaram em fevereiro, quando uma das vítimas denunciou o falso advogado. "Uma vítima chegou à delegacia relatando uma história de estupro. Ela teria sido atraída através de um anúncio na OLX para a vaga de secretária. Foi para uma entrevista com o indiciado. Chegando lá, ele pediu para ela pegar um cafezinho. Quando ela se virou, ele tirou o pênis para fora e ejaculou na vítima", relatou a autoridade.

Edson mantinha um escritório no Edifício Torre América Salvador Business, no Caminho das Árvores. Ao todo, ele tinha quatro funcionárias. Segundo a delegada, as funcionárias recebiam R$ 500 por mês, além de "presentinhos" pelos "favores sexuais". Ela informou que, após a primeira denuncia, as jovens começaram a sofrer ameaças para não denuncia-lo. Ao todo, cinco vítimas, com idades entre 14 e 22 anos, prestaram queixas.