Nas Ruas

Sáb, 06/07/2019 | Atualizado em: 06/07/2019 às 04h02


Nas Ruas

RETORNO Caboclo e Cabocla estão de volta à Lapinha

tainá cristina*
A+ A-

Considerados símbolos da Independência do Brasil na Bahia, as imagens do Caboclo e da Cabocla foram levadas de volta para o Pavilhão da Independência, no bairro da Lapinha, na capital baiana, na noite de ontem.

As esculturas estavam na praça do Campo Grande, onde foram deixadas após o tradicional desfile cívico do 2 de Julho.

Emblemas da luta no estado, o Caboclo e a Cabocla foram homenageados por centenas de devotos que levaram oferendas e fizeram as suas preces. Encerrando a programação dos festejos do 2 de Julho, o público acompanhou o cortejo animado por fanfarras e pela Orquestra do Maestro Reginaldo de Xangô, que participa tradicionalmente da celebração.

Conforme o presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro, a consagração marcou a finalização dos festejos 2 de Julho e, neste ano, o resultado final foi muito especial. "Fazemos o mesmo percurso da ida. É uma festa que a população de Salvador conhece pouco, uma celebração divertida. As pessoas vão acompanhando. Este ano estava um pouco mais vazia comparada ao ano anterior, o que facilitou, deixando a festa mais bonita e organizada. Temos um projeto de fazer uma memorial do 2 de Julho, na Lapinha, e deixar aberto o ano inteiro para que as pessoas possam visitar", disse Guerreiro.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira