Tá Quente!

Qua, 03/07/2019 | Atualizado em: 03/07/2019 às 04h02


Tá Quente!

Sabatina Moro diz que não aconselhou MP

Raul Aguilar
A+ A-

O ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro e ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, afirmou na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados que o objetivo dos diálogos divulgados pelo site The Intercept Brasil é invalidar condenações da Lava Jato e impedir novas investigações.

Diante dos 161 deputados presentes na comissão, o ministro manteve o mesmo tom utilizado durante reunião da CCJ em que esteve presente, no Senado, há duas semanas, e afirmou que os diálogos foram captados por uma ação de hackers. O ex-juiz ressaltou os dados positivos da operação Lava Jato e garantiu que nunca aconselhou o Ministério Público no período em que ficou à frente da 13ª Vara Federal de Curitiba. "Dos diálogos divulgados, podem ter trechos verdadeiros como podem ter adulterados. Essas mensagens, apesar de todo sensacionalismo, não revelam nenhuma irregularidade. Sempre agi com correção, com base na lei, com base na imparcialidade; Jamais aconselhei o MP a fazer qualquer coisa", disse Moro.