Nas Ruas

Qui, 27/06/2019 | Atualizado em: 27/06/2019 às 04h02


Nas Ruas

São Pedro Comerciantes esperam aquecer vendas durante shows no Pelô

Euzeni Daltro
A+ A-

O aumento nas vendas durante o São João no Pelourinho foi tão significativo que, na tarde de ontem, o vendedor ambulante Raimundo Nonato Santos, 50 anos, ainda comemorava os bons resultados. Em meio à satisfação pelo faturamento de mais de 70% (segundo ele), a expectativa de bons negócios durante o São Pedro também se fazia presente.

No mesmo ambiente onde ganha o pão há 20 anos, ele "tomava uma" aqui e acolá e fazia questão de repetir a todo instante: "Ganhei muito dinheiro. Trabalhei todos os dias em que houve show durante o São João. Ganhei dinheiro como a poxa. Ganhei muito dinheiro. Foi bom para mim. Não estou nem trabalhando esses dias, só estou curtindo", contou ele, enquanto abria mais uma lata de cerveja na Rua Maciel de Baixo, no Pelourinho. "Vai dar gente (durante o São Pedro), rapaz. E a gente vai ganhar mais dinheiro", completou Raimundo.

Os espetáculos do São Pedro, no Pelourinho, começam amanhã e vão até domingo (30). Estão previstos 13 shows durante os três dias de programação, além do IV Festival de Samba Junino, que acontece no Largo Tereza Batista, a partir das 17h.

Satisfeito com o São João e empolgado com o São Pedro estava também o comerciante Fábio Lima, 39, que tem uma loja de artigos em couro no Centro Histórico.

"Tive um aumento de, mais ou menos, 30% durante os dias de shows no São João. Quanto mais gente melhor porque aumenta a possibilidade de vendas. Com a benção de São Pedro, espero que esse final de semana seja ainda melhor que o São João", afirmou o comerciante.