Esporte

Ter, 11/06/2019 | Atualizado em: 11/06/2019 às 08h48


Esporte

Leão tenta fugir da lanterninha

Léo Santana
A+ A-

O Vitória encara mais um difícil desafio fora de casa, hoje à noite, às 20h30, diante do Oeste, na Arena Barueri, pela 8ª rodada da Série B do Brasileirão. Este será o último do jogo do Leão na competição antes da parada para a Copa Amérca e um triunfo é de fundamental importância para tentar deixar a lanterna do torneio nacional.

No quarto jogo sob o seu comando, o técnico Osmar Loss vai em busca de seus primeiros três pontos, já que ainda não venceu com o Rubro-Negro: são duas derrotas (Bragantino e Sport) e um empate (Atlético-GO).

Ontem, o elenco treinou no CT do Palmeiras, em São Paulo, e encerrou a preparação para encarar o time paulista. Na última atividade antes da partida, o comandante do Leão promoveu um trabalho tático e trabalhou a bola parada com os jogadores titulares, enquanto o restante do grupo participou de um treino em campo reduzido, sob a orientação do auxiliar Marcelo Rospide.

Para este importante duelo, Loss não tem desfalques por suspensão ou contusão. Sendo assim, a tendência é que o Vitória entre em campo com a mesma formação que perdeu para o Sport: Ronaldo; Van, Everton Sena, Zé Ivaldo e Capa; Gabriel Bispo, Marciel e Ruy; Wesley, Ruan Levine e Anselmo Ramon.

A decisão de manter a mesma equipe que perdeu na Ilha do Retiro inclui a manutenção do jovem Wesley, que fez sua primeira partida pelo clube em Recife e foi bastante elogiado pelo treinador. "Jogador que a gente estreou, já conhecia da base. Foi trazido pela diretoria para nos dar mais recursos. Foi muito bem. Jogou com maturidade, desequilíbrio, criou oportunidades. Tive a impressão de que foi o jogador que mais finalizou. Temos que buscar esse caminho, tentar transformar qualidades individuais em qualidade coletiva", disse o comandante Osmar Loss.

Então, que todos possam jogar com o 'espírito' do garoto recém-contratado para trazer este triunfo para o Vitória, que precisa desesperadamente somar pontos em Barueri para aliviar a pressão na Toca e tirar a angústia dos corações rubro-negros.