Nas Ruas

Qua, 22/05/2019 | Atualizado em: 22/05/2019 às 08h31


Nas Ruas

Estresse Avianca deixa clientes 'de molho' no aeroporto

Juliana Salles*
A+ A-

Após novo cancelamento de voo da Avianca, passageiros esperaram por mais de 18 horas, na tarde de ontem, no Aeroporto Internacional de Salvador. O impasse gerou transtornos e alguns usuários dormiram no chão do saguão de embarque na noite de segunda-feira (20). Desde o ínicio do mês passado, a empresa aérea já havia cancelado mais de 40 voos na capital.

Segundo a assessoria da Vinci Airports, empresa que administra o aeroporto, a suspensão do voo de ontem, com destino a São Paulo, ocorreu em função da ausência de tripulação, por causa da greve dos funcionários da companhia aérea. A Avianca está em processo de recuperação na Justiça desde dezembro de 2018, após a companhia apresentar dificuldades financeiras.

Com cirurgia marcada para hoje, a empresária Rosineide Aguiar, apresentava desespero depois de quase 17 horas sem dormir. "Estão nos tratando como qualquer coisa, a passagem foi paga e estou aqui desde segunda-feira. Eu tenho direito de ir pra casa, nem que seja em outro voo. Tenho problemas de saúde e tenho essa cirurgia pra fazer, estou sem dormir tem mais de 17 horas", enfatizou Rosineide.

A dona de casa Maria Aparecida, 52 anos, reclamou que a companhia não estaria disponibilizando acomodação para os clientes. "Praticamente um dia aqui sentada, eles não mantém conversa com os passageiros. Isso é humilhante", reclamou Maria Aparecida.

Segundo a Codecon, a Avianca Brasil vem descumprindo o fornecimento de prestação de serviço desde domingo (19).

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira