Plantão

Qua, 15/05/2019 | Atualizado em: 15/05/2019 às 05h01


Plantão

Abusadores não passarão

Luan Borges*
A+ A-

Em 2018, 288 casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes foram formalizados junto à Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca). Este ano, até maio, 80 foram registrados. Esse é um dos motivos pelos quais a Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi lançada, ontem, na sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA), no CAB.

A campanha, que acontece todos os anos em decorrência do Dia Nacional contra o Abuso e Exploração Sexual Infantil, no dia 18 deste mês, tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de combater e denunciar esse tipo de crime por meio do "Disque 100" e demais canais.

Quem já colabora voluntariamente com a proposta da campanha é a Casa Pérolas de Cristo, que tem unidades nos bairros de Coutos e Tubarão.

A presidente da instituição, Vera Lúcia, 50 anos, conta que sofreu abuso sexual com 10 anos e, a partir daí, começou a sonhar com um local que atendesse vítimas do crime.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira