Esporte

Ter, 14/05/2019 | Atualizado em: 14/05/2019 às 05h01


Esporte

Sina fora O Esquadrão longe de casa é só decepção

Felipe Paranhos
A+ A-

Se o Bahia joga fora de casa, o torcedor já sabe: o mais provável é que não vença. A sina, presente desde que o Esquadrão voltou à Série A, em 2017, parece se repetir neste ano, já que a equipe comandada por Roger Machado voltou de suas últimas duas viagens com resultados negativos.

Depois de perder por 3 a 2 para o Botafogo no Engenhão, foi a vez de ser superado pelo Athletico na Arena da Baixada. E o mais preocupante: o próximo compromisso do Tricolor também é longe de seus domínios. Neste domingo, o adversário será o São Paulo, no Morumbi.

Os números, porém, não jogam a favor do Bahia. Desde a estreia no Brasileirão de 2017, foram 40 jogos fora de casa e apenas cinco vitórias.

O goleiro Douglas, que brilhou contra o Furacão, com várias boas defesas, destacou a importância de mudar este histórico recente e obter triunfos longe da Arena Fonte Nova. "É evidente que, dentro do nosso planejamento para este ano, a gente precisa triunfar fora de casa, a gente precisa conseguir desempenhar o futebol que a gente tem, o potencial que a gente tem e pontuar fora", falou.

Apesar do mau resultado, Douglas afirmou que os resultados não refletiram a atuação do Tricolor. "A gente não fez uma partida ruim. (...) Tanto na partida contra o Athletico quanto contra o Botafogo, voltamos com o sentimento de que poderia ter um resultado melhor", disse.