Viver Bem

Seg, 13/05/2019 | Atualizado em: 13/05/2019 às 05h02


Viver Bem

Deixe o seu cão no maior 'relax'

thalia rios*
A+ A-

Com a chegada do outono e com o inverno se aproximando, a temperatura fica mais amena em muitos pontos da Bahia, mas, em algum momento do dia, é provável que faça calor. Com isso, quem sente os efeitos dessas alterações são os cães amantes do frio.

Algumas raças, por serem originalmente de regiões frias, possuem uma dupla pelagem, como husky siberiano, chow chow e spitz alemão. Então, se você pretende adotar ou já tem um cão em casa, saiba que você precisa manter seu pet sempre saudável e feliz.

Assim como é importante para o ser humano beber água e usar protetor solar, alguns cuidados são essenciais para manter a qualidade de vida do nossos amiguinhos.

A veterinária Luma Freire explica que é importante garantir que o pet fique longe das altas temperaturas. Você deve mantê-los sempre em ambientes frescos e arejados, de preferência na sombra. Nos horários mais quentes do dia, deixe sempre água fresca à vontade.

Para dar um conforto térmico melhor ao seu cão, a veterinária sugere o uso do ventilador ou ar-condicionado sempre que necessário. Além desses cuidados, alguns também devem ser tomados na hora do passeio: "Verifique a temperatura do asfalto, calçamento ou caminho escolhido para não queimar os coxins (almofadinhas das patas) do pet. Leve água gelada para fornecer durante a caminhada, mantendo o cão sempre hidratado", diz a veterinária Luma Freire.

É muito importante que esses cuidados sejam levados a sério. Caso contrário, de acordo com Luma Freire, os efeitos da alta temperatura podem resultar – além da queimadura dos coxins – em "desidratação, câncer de pele e até morte por desconforto térmico", finaliza a veterinária.

* Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos