Esporte

Sex, 10/05/2019 | Atualizado em: 10/05/2019 às 05h02


Esporte

Para 'fechar a casinha'

Felipe Paranhos
A+ A-

O goleiro Douglas foi um grande desfalque no início do Campeonato Brasileiro e em alguns dos jogos mais importantes do Bahia neste primeiro semestre, a exemplo da final do Baiano e dos duelos contra CRB e Londrina na Copa do Brasil. De volta há duas partidas à meta, o camisa 1 analisou o trabalho do treinador Roger Machado com a defesa tricolor, que começou a Série A levando cinco gols em duas partidas e, na última, conseguiu se manter intacta.

Com uma semana livre para trabalhar, o técnico tem buscado acertar o desempenho do sistema defensivo. De quebra, o goleiro vai retomando seu ritmo, uma vez que ficou mais de um mês fora da equipe titular. Segundo Douglas, aos poucos os jogadores das linhas de trás estão entendendo o que Roger deseja para o time.

"Em um campeonato como o Brasileirão, é importantíssimo a gente ter essa consistência defensiva, sofrer poucos gols. A gente está ajustando com o que o Roger tem passado para nós no dia a dia. Temos criado muitas oportunidades, chegado bastante no gol adversário e agora estamos procurando ajustar as questões defensivas. Com essa semana cheia, a gente está tendo mais condição de assimilar a filosofia do Roger. Para chegar onde a gente almeja este ano, estar na parte de cima da tabela, é evidente que a gente tem que sofrer poucos gols, e não sofrer gols na grande maioria das partidas, porque da forma que a gente joga, propondo o jogo, a gente vai estar sempre muito próximo de triunfar", afirmou.

Para o confronto contra o Athletico-PR, neste domingo (12), às 19h, pela 4ª rodada do Brasileirão, Douglas preferiu não fazer prognósticos. Aliás, nem para contra o São Paulo, adversário seguinte. De acordo o arqueiro, o mais importante é garantir um alto desempenho em ambas as partidas.