Nas Ruas

Ter, 07/05/2019 | Atualizado em: 07/05/2019 às 13h40


Nas Ruas

Entrou em campo pra ser assassinado

Da Redação
A+ A-

Antes de ser executado a tiros e pedradas, Marcus Vinícius Campos dos Santos, 27 anos, o Marquinhos, foi agredido com socos e golpes de facão. E, mesmo ferido, ele correu por cerca de 150 metros em uma tentativa de fugir, mas caiu após levar, literalmente, uma rasteira de um dos seus executores. O crime foi cometido no final da manhã de domingo (5), na Rua Almeida Júnior, localidade do Realce, em Fazenda Coutos III.

A versão foi contada à reportagem por duas testemunhas, ontem à tarde, no local onde Marcus foi assassinado. "Ele levou cada facãozada que eu não sei como conseguiu correr", falou impressionada uma testemunha, que preferiu não ter o nome divulgado.

Marcus participava de um campeonato de futebol amador no Campo do Realce, que fica na Rua Almeida Júnior. Conforme os relatos, ele jogava pelo time Santo Antônio, que disputou a primeira partida do torneio naquela manhã.

"Ele chegou depois que a partida já tinha começado e só jogou o segundo tempo. No final do primeiro tempo do segundo jogo (entre outros times), ele começou a discutir com os caras, que começaram a agredir ele com murros e golpes de facão", contou a outra testemunha.

Os agressores não participavam do campeonato e foram ao campo porque souberam que Marcus estava lá, ainda conforme relato das testemunhas.