Esporte

Seg, 06/05/2019 | Atualizado em: 06/05/2019 às 12h12


Esporte

Suspeito usou arma do policial para matá-lo

Euzeni Daltro
A+ A-

O policial civil Pedro Rodrigues do Carmo Filho, 62 anos, foi assassinado com a própria arma. É o que revela o depoimento, em vídeo, de Mateus Rodrigues Santos da Silva, 20 anos, suspeito de ter matado o policial. Mateus confessou ter tomado a arma do investigador e, logo em seguida, efetuado dois tiros contra ele.

"Eu fui me esconder no mato. Ele foi, foi e me viu. Aí eu parei. Quando ele me viu, eu parei. Aí ele ficou comigo, ficou comigo segurando minha camisa. Aí eu fui e voei na arma dele", contou o suspeito, na filmagem.

O corpo de Pedro foi sepultado ontem à tarde no Cemitério Bosque da Paz, em Nova Brasília, em uma cerimônia marcada pela presença massiva de familiares, colegas de profissão e amigos, inclusive, da Polícia Militar (PM), da Guarda Municipal e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Salvas de tiros, aplausos e a execução do hino nacional pelos presentes foram algumas das homenagens ao investigador.