Esporte

Sáb, 04/05/2019 | Atualizado em: 04/05/2019 às 17h40


Esporte

Objetivo: Jogar para ter todas as bolas do jogo

Amanda Souza*
A+ A-

Depois de amargar uma triste derrota para o Botafogo-SP na estreia da Série B do Brasileirão, o Vitória recebe o Vila Nova no Barradão, hoje, às 16h30, para tentar o primeiro triunfo na competição e acalmar o coração dos torcedores.

As coisas andam difíceis pela Toca: afastamentos, chegadas, mudanças de gestão e funcionários em diversos setores. Mas, se quiser se dar bem nesta temporada, o treinador Cláudio Tencati vai precisar aprender como blindar o grupo de tudo que acontece fora dos gramados.

Na partida deste sábado, apenas o triufo interessa ao Leão. Primeiro para começar a trilhar um bom caminho na competição, depois para aliviar a pressão.

O histórico do confronto é favorável ao Vitória. Ao todo, as equipes se enfrentaram sete vezes na história. São cinco triunfos para o Rubro-Negro, um empate e uma vitória para o Vila Nova.

No Barradão, então, supremacia. A equipe goiana jamais venceu o Vitória em terras baianas. Em quatro jogos, o Leão levou a melhor em três e empatou um.

Apesar disso, pensando no momento atual, o Vila Nova chega melhor para a partida, ao menos no que se refere à pressão. Enquanto o Vitória perdeu por 3 a 1 para o Botagofo-SP, os goianos ao menos empataram com o Paraná.

No elenco do Leão deve pintar novidade. Com o afastamento de Edcarlos, o zagueiro Everton Sena, recém-contratado, deve começar jogando na posição. Em coletiva na manhã de ontem, o defensor revelou que conhecer Tencati antes foi um dos motivos que o trouxe à Toca. "Joguei com o professor Tencati em 2016 no Londrina. Ele entrou em contato com meu empresário e comigo. Vim porque é um clube grande, que tem história", disse.

Sobre a oportunidade, mostrou-se grato, mas preferiu não comentar o afastamento de Edcarlos, com quem disputaria vaga. "Creio que a obrigação é o acesso. Sobre Edcarlos, e outras coisas, deixo para a diretoria. Venho com o pensamento de ajudar", contou.

O grande desafio de Everton será evitar que o time leve gols, principal caminho para vencer. Resultado que não acontece há 13 jogos.

* Sob a supervisão doeditor Léo Santana