Te Contei?

Sex, 03/05/2019 às 10h10 | Atualizado em: 03/05/2019 às 10h14


Te Contei?

Estourados desde sempre

Mariana Lopes
A+ A-
Jorge e Mateus em entrevista exclusiva - Divulgação
Jorge e Mateus em entrevista exclusiva
Divulgação

 

Prestes a completar 14 anos de carreira, a dupla Jorge e Mateus segue firme noo posto de artistas mais ouvidos do país. Para se ter ideia, apenas dois dias após o lançamento de “Terra sem CEP”, todas as músicas do novo álbum dos sertanejos já estavam entre as 100 mais tocadas nas plataformas digitais. Em entrevista exclusiva, a dupla, que demonstrou total sintonia – negando os boatos de separação –, falou sobre carreira, família, planos para ofuturo, além de revelar detalhes sobre o atual projeto, o show itinerante “Único”.

Há mais de uma década vocês integram todos os rankings de artistas mais ouvidos do país. Qual a receita?

 Na verdade a gente nunca programou nada. Não tem uma receita, fazemos o que o coração manda. São 14 anos. Tentamos sempre agradar o nosso público. Durante os shows, a gente percebia que o pessoal pedia muito as músicas antigas, foi daí que surgiu o projeto Jorge e Mateus Único. Não tem segredo, acho que é fazer de coração.

Mesmo após 14 anos de estrada, a dupla mantém um ritmo intenso de shows pelo país. Em algum momento vocês pensam em frear?

 A gente já diminuiu bastante o ritmo.  Eram mais de 200 shows por ano, esse número já caiu para 150. Diminuímo spara tentar melhorar a nossa entrega pessoal. Nós não somos mais aqueles moleques que tinham todo o gás para dobrar a noite. A gente faz  os shows, mas sempre pensando na família em primeiro lugar, em quem fica do outro lado esperando agente em casa. Quanto maisvocê vai amadurecendo, mais vai diminuindo o ritmo.

Quais os planos da dupla para 2019?

Já estamos começando. Gravamos um single que deve ser lançado nos próximos dias e,esse ano, a gente ainda grava material audio visual. Estamos definindo essas coisas, mas, a partir do segundo semestre, os fãs podem esperar que vem muita novidade.

Salvador faz parte desses planos?

Sim, Salvador no final do ano! A gente toca bastante aqui, na capital e no entorno. Isso é motivo de grande felicidade para nós.