Esporte

Qua, 24/04/2019 às 12h04 | Atualizado em: 24/04/2019 às 12h27


Esporte

Eleições do Leão: Ricardo David está limpando a sala

Amanda Souza*
A+ A-
Com antecipação das eleições, presidente ficou menos tempo que o esperado, mas o suficente para complicar o clube - Reprodução | EC Vitória | Maurícia da Matta
Com antecipação das eleições, presidente ficou menos tempo que o esperado, mas o suficente para complicar o clube
Reprodução | EC Vitória | Maurícia da Matta

 

O futebol não espera, e não esperou Ricardo David. A antecipação das eleições gerais do Vitória de setembro para abril confirmou o fracasso da gestão que começou em 2017. Foram 497 dias a frente do Vitória. Neste período, 85 jogos, 28 vitórias, 31 derrotas e 26 empates. Nenhum título, eliminações no Campeonato Baiano, Nordestão e rebaixamento.

O saldo negativo não passou despercebido pela torcida, que chegou a apelidar o mandatário de “estagiário”, considerando o amadorismo e falta de experiência para o cargo. Ricardo David reconhece oerro. “Num clube do tamanho do Vitória, o anseio do torcedor é por títulos, boa participação nas competições, e isso não tivemos.Peço desculpas ao torcedor”, declarou o dirigente, garantindo um sentimento de frustração.

Hoje é oficialmente oúltimo dia de Ricardo David como presidente do Esporte Clube Vitória. Apesar de reconhecer as falhas dentro de campo, o “quase ex-presidente” garante que entregará o clube melhor em alguns setores. “Estamos entregando o Vitória com salários, impostos e obrigações junto ao ProFut em dias, e isso obviamente requereu de dezembro até agora. Um trabalho que eu espero que quem chegue continue”, disse.