Plantão

Sex, 12/04/2019 | Atualizado em: 12/04/2019 às 14h50


Plantão

Desfecho: Pai matador é achado morto

Andrezza Moura
A+ A-
homem acusado de matar a filha é encontrado morto - Arquivo pessoal
homem acusado de matar a filha é encontrado morto
Arquivo pessoal

 

O vendedor de rifas Lucival de Oliveira Rodrigues, 34 anos, o Buti da Rifa, foi encontrado morto, na noite da quarta-feira (10), com um lençol amarrado ao pescoço e pendurado a uma das portas do apartamento 202, do Bloco 31, do Condomínio Residencial Brisas, em Itinga, Lauro de Freitas.

Lucival era procurado pela polícia desde o domingo (7), depois de ser apontado como o autor dos tiros que mataram a própria filha, a estudante Michelle Magalhães Rodrigues, de 11 anos, na localidade de Mil Peixes, no Povoado de São José de Itaporan, em Muritiba – Recôncavo Baiano. Ele foi acusado também de tentar matar o filho, um garoto de 5 anos. O menino segue internado no Hospital do Subúrbio, em Periperi, e não corre risco de morte.

O corpo de Lucival foi localizado por um amigo, irmão da dona do imóvel no qual ele estava hospedado desde a manhã da segunda-feira (8). Segundo a delegada Elaine Laranjeira, titular da 27ª Delegacia Territorial (Itinga), o amigo contou, em depoimento, que o vendedor chegou em Lauro de Freitas na manhã da segunda pedindo ajuda, dizendo que havia brigado com a esposa e tinha saído de casa.

"Como eles já se conheciam, jogavam bola juntos, ele [amigo] emprestou o apartamento da irmã, que se só volta para casa de 15 em 15 dias. Ele [amigo] disse que ficou sabendo do acontecido na noite da segunda, ao ver a matéria no jornal, e reconheceu Lucival pela foto", relatou à delegada.